PRÓTESES

 

Uma forma de substituir a falta de dentes.

 

PRÓTESES

Uma forma de “reparar” a falta de dentes e embelezar o sorriso.

As próteses dentárias são classificadas como:

TOTAIS – Quando há ausência total dos dentes

PARCIAIS – Quando substitui alguns dentes ou apenas um.

 

Podendo ser:

REMOVÍVEIS – O paciente pode removê-las sempre que desejar

FIXAS – Só o dentista pode removê-las.

 

PRÓTESES TOTAIS

São próteses que repõem todos os dentes, as famosas Dentaduras.  São feitas com dentes artificiais, de um material plástico-resinoso muito resistente. A mobilidade da prótese pode tornar o seu uso desconfortável quando estão muito velhas ou quando estão mal adaptadas. (removíveis)

 

Atualmente existem as Próteses Totais Sobre Implantes, chamadas Overdentures.  Estas são semelhantes às convencionais, porém encaixadas em alguns implantes, tendo a vantagem de não apresentar mobilidade na hora da mastigação. (fixas)

Veja alguns exemplos:

PRÓTESES PARCIAIS PARA QUEM SÃO INDICADAS?

 

  • Pacientes com perda de um ou mais dentes
  • Pacientes que já fazem uso de algum tipo de prótese removível ou fixa;
  • Pacientes que estão aguardando cicatrização de implantes
  • Pacientes que por algum motivo não podem receber implantes.

 

REMOVÍVEIS

Substituem um ou mais dentes.

É bem aceita por alguns pacientes, mas devido à sua mobilidade na boca, pode ser desconfortável.

A capacidade de mastigação é inferior à de uma Prótese Fixa. É feita de material plástico resinoso com estrutura de metal, o que pode afetar sua aparência.

Também utilizada como Prótese Provisória, sem estrutura de metal, mas com menor resistência e durabilidade.

 

FIXAS

A Prótese Fixa é uma forma excelente de repor dentes perdidos, muitas vezes embelezando o seu sorriso. Também chamada de “Ponte Fixa”, geralmente é fixada em dois ou mais dentes vizinhos ao espaço.

 

A prótese fixa nunca é removida. É estável na boca e funciona de forma similar aos dentes naturais, proporcionando uma boa mastigação e aparência de dentes saudáveis.

 

As Próteses Fixas são muito resistentes e duráveis, porém há necessidade de trocá-las em intervalos de alguns anos. Essa avaliação é feita pelo dentista nas consultas periódicas.  A desvantagem da prótese fixa é que exige o desgaste dos dentes vizinhos ao espaço, ás vezes sadios, o que pode enfraquecer-los.

 

MAS LEMBRE-SE:

Os implantes sempre são a melhor alternativa para repor os dentes perdidos, mesmo quando unitários ou múltiplos. São uma excelente forma de solucionar os problemas de mastigação.  Consistem em raízes artificiais instaladas de forma muito simples, rápida e indolor, na arcada inferior ou superior e sobre esta raiz artificial, é fixado um dente, buscando obter aparência e função do natural.